Hotel sede

Hotel Dom Pedro *****
Av. Eng. Duarte Pacheco, 24
1070-110 Lisboa
Telefone: 21 389 66 00

Estacionamento
Existem vários parque de estacionamento perto do Hotel onde pode estacionar comodamente a sua viatura.

Deslocação
Caso venha em viatura própria, para obter informações mais detalhadas sobre direcções, por favor, consulte obter direcções.

Transportes públicos: Marquês de Pombal
Metro:Amarela, Azul.

Mais informação

Caso precise de mais informação, contacte à secretaria do Forum. Os dados de contacto estão disponíveis na secção de contacto.

O que é a ISO 20000?

A ISO 20000 é uma norma internacional de gestão de serviços de TI publicada em Dezembro de 2005 baseada na norma britânica BS 15000.

A norma especifica as características e requisitos que um ITSMS (IT Service Management System) deve cumprir para ser passível de ser certificado e os 13 processos que aquele deve implementar:

Após superar uma auditoria externa, realizada por uma entidade de certificação (APCER, BSI, etc.) devidamente acreditada será emitido um certificado ISO 20000 de cumprimento e reconhecimento da qualidade de serviço de TI do ITSMS da organização para um determinado alcance.

¿Que diferença existe entre o ITIL e a ISO 20000?
O ITIL (Information Technology Infrastructure Library) é um conjunto de boas práticas. Uma organização pode optar por segui-las mas não o pode certificar, uma vez que ITIL não é uma norma.

Aquelas organizações que sigam as boas práticas de ITIL podem certificar o seu sistema de gestão através da norma ISO 20000 enquanto evidência da sua qualidade na gestão de serviços de TI.

¿Que tipos de serviços podem ser certificados? A ISO 20000 certifica serviços de TI. Por outras palavras, serviços prestados pela área de informática de uma organização para os seus utilizadores internos e/ou para os seus clientes externos.

Um serviço de TI considerado como tal implica que exista uma dependência de elementos de TI desse serviço. Por regra, não são passíveis de ser certificados serviços profissionais prestados pela área de informática (programação, consultoria, suporte, etc.) porque estes não podem ser considerados como serviços de TI uma vez que tipicamente nesses casos não existe uma dependência de elementos de TI. Podem sim, ser certificáveis as plataformas requeridas pelos serviços profissionais se estas puderem ser configuradas como serviços.


II Forum Internacional ISO 20000 em Portugal

Hotel Dom Pedro ***** (Lisboa) - 30 de Setembro de 2011